Usando a gravata de modo correto – Nó na gravata

Quantas vezes você teve que usar uma gravata e não se sentiu confortável com aquilo. Mesmo que todos também estivessem usando, parece que sempre estavam olhando para você. Enquanto todos estavam elegantes você apenas parecia mais um esquisito usando a gravata.

É uma situação comum para quem não tem o costume de usar gravatas, parece um mundo muito estranho, mas não é algo tão difícil assim. Estou longe de ser um especialista em moda, tão pouco um profissional em estilo social, mas pelo menos algumas dicas eu posso dar para quem quer usar uma gravata, seja para um casamento, entrevista de emprego, ou para um novo emprego que exige esse acessório.

É importante lembrar, cada um tem o seu estilo, moda é uma questão de gosto pessoal e não do que outros pensam. Procure algo que você goste e sinta confortável ao usar.

1 – Os companheiros da gravata

Para não errar, nas situações que é necessário gravata, use sempre o sapato social, terno e camisa de manga comprida. Obviamente não há problema com outras combinações, mas não é algo que um homem deve fazer sem a consultoria de uma mulher especializada nesse assunto.

2 – O comprimento da gravata

Um dos grandes problemas no uso da gravata é o seu comprimento. O tamanho máximo que uma gravata deve alcançar com a ponta a altura da fivela do cinto, quando você estiver em uma posição relaxada em pé, como se estivesse caminhando, um pouco mais do que isso já passa a ser estranho.

3 – As cores do conjunto

O mais comum, digamos que seja até o mais correto, é a cor da gravata combinando com o terno e fazendo contraste com a camisa. Mas não é uma regra, quando se quer passar alguma mensagem com a gravata pode-se fazer alguns usos diferentes disso. Mas lembre-se de não exagerar.

4 – Não fique se apertando

Imagine você em uma reunião importante, chega a sua hora de falar, todos viram-se para você e veem que está se estrangulando tentando afrouxar as gravatas, com um sorriso bobo você explica isso para os demais.

Essa mesma situação acontece rotineiramente em entrevistas de emprego, mas deve-se saber algo: normalmente, pessoas importantes, aquelas que contratam outras pessoas e maiores executivo de uma empresa sempre têm uma habilidade em comum: analisar as pessoas rapidamente. A impressão que você passaria imediatamente para todos que vissem você nessa situação seria de desconforto, insegurança e imaturidade. Bom, são três qualidades que não vão te garantir o emprego por muito tempo.

Esse aperto na gravata na verdade não é causado pela gravata, e sim pelo colarinho, uma pessoa que veste o de número 5 consegue facilmente usar o número 4, e é exatamente por esse motivo que acaba incomodando mais tarde.

5 – Compre gravatas realmente boas

Escolher uma boa gravata não é algo tão difícil assim. As melhores costumam ser 100% seda, cores escuras sem estampas. Você também pode optar por uma de listras, que normalmente ficam na diagonal, uma boa opção também seria gravatas que possuem  um padrão de repetição: bolinhas, texturas que seguem, etc. Lembre-se de não exagerar, quanto menos detalhes na gravata melhor.

6 – A gravata é sempre a última a ser vestida

Apenas depois que você já tiver vestido as demais peças, ajustado e estar em estado impecável que você irá vestir a gravata. Basicamente existem dois tipos de nós que devem ser usados:

6.1 – Nó de gravata Four-in-hand ou Nó triângulo.

O Four-in-hand é como na expressão popular: o coringa das gravatas. Ele pode ser usado em todas as situações, todos os dias, pelo padeiro, motorista, segurança, dono da empresa, faxineiro, etc, etc, etc.

É bem simples de fazer, apesar de ser uma sequencia de vários passos, após pegar uma prática você acaba fazendo ele sem nem precisar de espelho (o que não é recomendado).

gravata-4hand

foto-gravata-4hand

Confio plenamente na capacidade de vocês para realizar esse nó apenas com as imagens acima, então nada de “O coelhinho dá a volta na árvore e pula no buraco” por aqui. Mas, é sempre bom para esclarecer algumas dúvidas recorrer a outro diagrama, link aqui.

6.2 – O nó de gravata Semi-Windsor

Consta em pesquisas que o Semi-Windsor é o tipo de nó mais usado no Brasil, então vale muito a pena conhecer e aprender a usá-lo:

gravata-semiwindsor

foto-gravata-semiwindsor

Esse tipo de nó é um pouco mais cheio, adequado aos colarinhos mais abertos. Ele exige uma gravata de tecido leve.

7 – Fuja de gravatas de preguiçosos

Nunca compre gravatas de nó pronto, elas podem parecer muito práticas, mas não é possível ajustar a sua altura, e como já dissemos na dica número 2, isso não é uma coisa muito boa. Além disso, essas gravatas costumam ser de material muito ruim, e acabam estragando muito facilmente.

8 – Prendedores de gravatas são para os fracos

Com a exceção de que você coma sopa todos os dias, usar prendedor de gravatas não é uma prática muito comum desde os tempos que guaraná era vendido com rolha.

Deixe um comentario