Ponto G, onde fica?

Ponto G existe? Onde ele fica? Você já achou o de sua namorada? Como encontrou? E quem garante que o encontrou?

Alguns dizem que o ponto G fica num labirinto bem lá dentro da vagina. Ou será tudo isso uma invenção para as mulheres confiarem que descobriram os segredos do orgasmo feminino.

A tempos o ponto G é uma questão polêmica, alguns estudiosos de sexualidade acreditam e até indicam o local, e outro porém não. Na minha opinião não existe, ou melhor, existe, mas sim na cabeça da pessoa.

Não está entendendo?

Bom, não há relatos científicos sobre o assunto, e sim teorias sobre o tal ponto na vagina feminina. Mas ainda pra mim, se existisse ele estaria na cabeça da mulher. O prazer feminino depende muito das questões emocionais. Uma mulher que está tranquila, despreocupada, relaxada, e ela sabe como deve ser tocada sentirá muito mais prazer do que uma que esteja com a cabeça cheia.

O fator mais importante para você dar o máximo de prazer à sua namorada é deixá-la tranqüila e confiante. (isso, você tem que convencer que você está gostando, e principalmente, que ela não é gorda!)

Resumindo, é uma bobagem ficar se preocupando em achar o Ponto G. O melhor é concentrar em coisas mais importantes, como conhecer o corpo da sua parceira, e entender suas emoções.

Para entender melhor sobre o assunto, não vou deixar só a minha opnião aqui. Segue abaixo um texto do Site G, que encontrei falando do assunto ao pesquisar no google:

O PONTO G é uma área da vagina onde supostamente há uma grande concentração de terminações nervosas. Logo, a mulher teria uma maior sensibilidade. O ponto G foi denominado assim em homenagem ao seu descobridor, um médico alemão chamado Grafenberg. Ainda há muita controvérsia sobre esse tema, e alguns médicos garantem que este não existe.

Da nossa parte afirmamos, existe. E tentaremos passar o caminho das pedras para que você mesmo o ache, caso ainda não o tenha feito.

Existem muitas pessoas que dizem que o ponto G está a uma certa distância dentro do canal vaginal, isso não faz sentido uma vez que o comprimento do canal varia. É igual a falar que a metade do pênis fica a 6cm da base, isso só é verdade se o pênis tiver 12cm de comprimento.

A forma mais adequada para se achar o ponto G é introduzir o dedo na vagina até tocar o colo do útero. Ao fazer isso, meça mentalmente o comprimento do canal e coloque o dedo no meio. Alguns dizem que este lugar é mais rugoso que o resto, a experiência mostrou que de início não é possível identificá-lo desta forma. À medida que você vai massageando e excitando o ponto, aí sim ele fica mais áspero. Por várias vezes foi notado o surgimento de uma linha, provavelmente um músculo que se contrai, essa linha é o ponto de maior excitação para a mulher. Abuse de brincar ali, o resultado vai ser eletrizante.

Como podem ver, existem diversas opniões sobre o assunto, mas como somos livres, cada um tem o direito de achar o que quiser.

Deixe um comentario