Casamento é bom?

Depois de 10 anos voltei neste post para ler qual era a minha visão de casamento antes de casar, antes mesmo de namorar minha atual esposa, me senti na obrigação de modificar o que era um grande erro meu.

Toda pessoa – principalmente cristã – que me diz que não se arrepende de nada, que faria exatamente tudo do mesmo jeito, ela não pode ser considerada sábia, talvez até coloque em jogo a denominação cristã a qual ela se julga pertencer, e é por isto que eu chamo a cada um de vocês a refletirem sobre tudo que foi dito, ou tudo que não foi dito e se arrependerem, que é o que fiz assim que li minhas tolas palavras neste texto.

Este novo relato é de um cara que sempre foi o metido a engraçadão, que sempre achou que o casamento era uma instituição falida que aprisiona as pessoas, mas que todos eram obrigado a entrar no jogo para continuar na sociedade.

O fato é, estes últimos dez anos me proporcionaram uma boa experiência e conhecimento das coisas da vida e também das coisas espirituais que fazem parte de nossa vida da mesma forma.

LIVIA (39)Minha esposa e eu

Para vocês entenderem a minha situação, a minha esposa Lívia, eu a conheço deste quando tínhamos 6 anos de idade, estudamos juntos desde o chamado maternal na cidade de Carangola-MG, e lembro-me que desde que me entendi por gente e o que são as mulheres eu já dizia: “Morena, um dia ainda vou casar com você”, e isto eu tinha apenas uns 9 anos de idade, no máximo. Promessa cumprida com louvor.

Porém, caros amigos, quando chegou a hora mesmo de decidir se iriamos casar ou não confesso que amarelei, isto já se passava cerca 5 anos de namoro, e eu estava convencido que o melhor para nossa vida seria que juntássemos nossas coisas e fossemos morar juntos, como uma bela parceria, sem nenhum compromisso legal ou espiritual à respeito de nossa união.

A verdade é que agradeço a Deus todos os dias por ter colocado as pessoas certas em minha minha, para me dar as instruções que eu precisava no momento que estava indo em direção ao caminho errado, pois casar foi a melhor coisa que fiz em minha vida.

A frase que mais me marcou durante aquele período foi a seguinte: “Como Deus poderá te abençoar, se você decidiu continuar errado perante Ele?”, frase dita por Ronaldo Tassinari, meu mentor, amigo e patrão. Para quem é cristão como eu sabe o impacto que isto pode ter, como posso querer que nosso Pai abençoasse minha vida, a vida de minha esposa, meus filhos, se eu, decididamente escolhi não seguir o que Ele nos ensinou?

Eu já sabia que ela era a mulher certa para mim, nunca tive dúvidas disto e tudo que já aconteceu na minha vida apenas confirmou que ela foi feita para mim como eu fui feito para ela. E se você tem alguma dúvida disto sobre sua futura esposa é ai que você deve refletir e entender sua vida, pois a decisão de casar é a melhor que você pode, mas é uma decisão importante demais para ser tomada com imprudência, você não deve nunca casar pelos motivos errados e nem mesmo no tempo errado, quanto mais com a pessoa errada.

Marcos 10:8 – E serão os dois uma só carne; e assim já não serão dois, mas um.

Somente o tempo me ajudou a entender o que este versículo acima queria dizer, dois tornando-se apenas uma carne. A carne é o sentido do estar no mundo, ou seja, enquanto estivermos neste mundo seremos um só (Lembre-se, até que a morte os separem), e há uma coisa que liga eu e minha esposa profundamente: nossos sonhos.

Quando casamos deixamos de ter os sonhos do Luiz Eduardo e os sonhos da Lívia, passamos a ter os nossos sonhos, passamos a ter a nossa família, nossas alegrias e nossas tristezas. O poder compartilhar os sentimentos, frustrações, alegrias vai muito além de ter alguém para contar sobre as situações do dia-a-dia, estar conectado com os sonhos é você saber que nunca está só para chegar aonde realmente importa, que foi colocada uma pessoa em sua vida que não vai deixar você desviar nem para esquerda nem para a direta pois os sonhos dela completam os seus e vice-versa.

Então, o que posso dizer, o dom de permanecer solteiro é raro, poucas pessoas conseguem ser felizes com foco e sem fazer as coisas erradas de nossa vida. Casar me deu foco, energia, alegria, paciência, sabedoria e conhecimento.

Sem dúvida, foi a melhor decisão que tomei em minha vida.

Andar de bicicleta causa impotência?

Esta pergunta foi enviada por um leitor do Coisas de Homem:

Oi, meu nome é André Martins, ando de bike todas as semanas pelo menos 2 vezes percorrendo aproximadamente de 30km a 40km por pedalada. Já ouvi muito sobre andar de bicicleta causar impotência, e ultimamente tenho sentido que a região fica um pouco dormente, você poderia me falar a respeito se é verdade ou apenas um mito.

Caro André, sem dúvida esta é uma das maiores preocupações para todo o ciclista: se andar de bicicleta realmente pode afetar nossos Países Baixos.

bananamuffin3

Imagem que resume a causa do problema

Foram feitas no mundo algumas pesquisas a respeito do caso, e na grande maioria podemos citar o fato de que quando andamos de bicicleta acabamos por pressionar a parte interna do pênis, diminuindo a circulação de sangue e consequentemente de oxigênio, o que com o tempo pode prejudicar a ereção do atleta.

A impotência sexual em sua maioria está relacionada a alguns fatores físicos como diabetes, colesterol elevado, hipertensão arterial entre outras condições físicas e psicológicas.

Porém, o fato de você estar sentindo dormência na região é o primeiro sinal de que seu amigo está sendo prejudicado no processo, e você pode evitar isto comprando um selim mais anatômico, pedalar sempre com a posição correta além de realizar pausas mais frequentes na pedalada.

Os infográficos abaixo podem ajudá-lo com sua dúvida:

Andar de Bike Causa Impotência Sexual?

infografico-ciclismo-impotencia-1

infografico-ciclismo-impotencia-2infografico-ciclismo-impotencia-3(1)

infografico-ciclismo-impotencia-4

Como olhar para outras mulheres sem a namorada perceber

david_beckham_492302a

Uma coisa é certa neste mundo: não adianta você ser um namorado fiel, honesto, trabalhador e dedicado, as namoradas sempre vão querer que nós também não reparemos outras fêmeas. E nem adianta explicar para ela que nós homens somos programados biologicamente para querer perfurar sexualmente todas as mulheres do universo, elas nã vão entender.

Para elas, não importa que nós somente reagimos involuntariamente à presença feminina e que nosso corpo produza espermatozóides suficientes confiando que nós faremos sexo incontrolavelmente com 4,3 bilhões de mulheres durante o final de semana.

Mesmo que nós não tenhamos a intenção de realizar o processo de fornicação na velocidade 5 com a meliante, e estamos olhando apenas para admirar a perfeição da mãe natureza,você estará altamente qualificado para tomar um pescotapa assim que seus olhos começarem a desviar da trajetória padrão.

É justamente por isso que nós homens desenvolvemos nossas próprias táticas para evitar qualquer briga, beliscões, ou que ela ache que também pode olhar para outros homens. Essas táticas que são passadas de pais para filhos desde a época das cavernas funcionam perfeitamente na maioria dos casos, é claro, ao fazer esse artigo estarei condenado a ter que inventar outras táticas, uma vez que minha namorada lê o blog. É por isso que devo dizer para vocês aproveitarem ao máximo essas dicas, estou me sacrificando por vocês.

A primeira dica, e na minha opinião é a mais útil de todas, funciona muito bem quando vocês estão parados em algum lugar, lanchando ou fazendo qualquer coisa na rua, quando passa aquela deusa. A reação óbvia do homem é olhar imeditamente para todas as partes mais carnudas possíveis, mas segure-se um pouco. Calcule a tragetória da meliante, e comece a olhar para o lado inverso dela, ou seja, para onde ela vai passar depois, assim você terá uma visão privilegiada por muito tempo e sem sua namorada desconfiar, já que você já estava olhando outra coisa naquela direção.

tirinha1

Outra coisa que funciona muito bem e não é possível utilizar a primeira dica, olhe para a meliante e comente com sua namorada: “Vestido legal daquele mulher ali, dá uma olhada, o que você acha de um parecido?”. Além de ela não desconfiar que você está interessado em saber como o vestido ficaria amassado no chão do seu quarto, ela ainda achará que você está com intensões de lhe dar uma roupa nova.

Além disso, há algumas medidas preventivas que se deve fazer para evitar qualquer problema. Uma delas é não lembrar absolutamente nenhum nome de mulher bonita, calouras da faculdade, estagiárias da sua empresa e nem o nome de amigas da sua namorada. Assim não tem como ela brigar porque você lembra o nome dessas mulheres mas não consegue acertar uma única vez o nome da mãe dela.

É claro, tenho certeza que não preciso explicar as táticas básicas de deletar o histórico de navegação da internet e dizer que está apenas lendo as matérias da Playboy.

Tudo isso é para apenas seguir o curso da natureza humana, então relaxem mulheres, deixe a gente ser feliz.

Desabafo sobre a TPM

tpm-11

Eu poderia dizer que esse post é destinado à todas as mulheres que possuem namorados nesse mundo, mas não, esse post será exclusivamente para a MINHA NAMORADA. Obviamente a TPM dela desse mês já acabou, e por isso vou aproveitar esse meio tempo de 3 dias entre uma TPM e outra para fazer esse post, acredito que vocês homens vão se identificar com a situação:

“Minha querida e adorada criatura que Deus caprichou na hora da fabricação, minha deusa grega da sabedoria e beleza, quero lhe dizer de uma vez por todas: A TPM É SUA, E NÃO MINHA CARAMBOLAS.”

Por alguma razão de má formação do universo (culpem a Eva), vocês mulheres  não conseguem entender, eu sei que parece estranho, justamente quando vocês entram nessa fase de pré-menstruação, nós os bondosos, carinhosos, amáveis e bons de cama, os namorados, ficamos completamente estranhos com vocês, começamos a te tratar mal, queremos um tempinho para a gente, queremos ver jogo e não ficar com você, queremos sair com os amigos sem vocês, fazemos brincadeiras idiotas envolvendo o nome de sua mãe e de seus familiares, arrotamos e peidamos perto de vocês, claro, sempre fazemos isso, mas nessa época os peidos começam a feder, não é?

tpm

Pensem um pouco pequenas obras divinas, é cientificamente comprovado essa alteração dos hormônios prejudica a personalidade da mulher, da MULHER. Nós não mudamos, não começamos com isso justamente nessa época, é que vocês ficam em um estado tão cataliticamente chato a ponto de querer nos culpar por qualquer coisa, sempre a maldita culpa é nossa.

E ai de quem tentar discutir isso:

Não estou dizendo que nós somos santos, mas pelo menos pare com essa mania chata de achar que está sempre certa. Cara (no feminino), relaxe, espere e confie. No tempo certo vocês terão a devida atenção, essa semana obscura passará e tudo voltará ao normal.

Pronto, desabafei.

Ainda tenho algumas afirmações para escrever, guarde bem isso:

  • Nós ainda amamos vocês em época de TPM, pare de perguntar ou afirmar o contrário.
  • Estar com cólica não lhes dá o direito de desligar a televisão na hora do jogo.
  • Sim, cerveja e carne ainda são os seus maiores rivais na disputa por atenção.
  • Pode ter certeza: 95% das brigas na época de TPM, é culpa sua!
  • Nós não mudamos quando você está na TPM, simplesmente você torna-se sensível demais para aguentar as brincadeiras que sempre fazemos.
  • Sim, nosso peido fede mais porque comemos repolho. Só de sacanagem!

Posições para fazer sexo no sofá

Como já anunciei anteriormente, vamos dar início a nossa categoria Posições Sexuais.

Sexo no sofá é uma coisa bastante comum já, mas muito gente ainda fica um pouco atrapalhado na hora de realizar os movements of sexual love, e é por isso que faço esse post:

Primeira posição – Deitada no colo

posicaosofa

Dificuldade: 3 (máximo é 5)

Prazer para ela:4

Prazer para ele: 4

Essa posição é muito boa para ambos, fazê-la é muito fácil, observando a imagem dá para ter maior idéia. Para essa posição você deve encostar-se confortavelmente no sofá, ela deverá deitar sobre suas pernas com a cabeça para baixo, deverá sobrar os joelhos contra o seu peito e ficará movimentando-se para frente e para trás, abrindo e fechando as pernas.

Tome cuidado na hora de fazer essa posição pela primeira vez, atente em como você coloca o pênis senão acaba torcendo ele.

Elas gostam muito dessa posição, pois elas podem controlar os movimentos e ter muito prazer com isso, enquanto você temuma visão panorâmica da meliante.

Segunda posição – Sentada majestal (haha, adoro esses nomes)

Dificuldade: 1

Prazer para ela: 4

Prazer para ele: 4

Esta posição é bastante simples de se realizar, o homem deverá ficar sentado no sofá dando um bom espaço entre o encosto. Ela ficar por cima, de joelhos no sofá, de frente para ele. Ela realiza os movimentos que tem uma boa penetração e velocidade.

Terceira posição – Nem sei o nome dessa

posicaogatassofa

Dificuldade: 3

Prazer para ela: 4

Prazer para ele: 5

O Homem deve ficar sentado (assim como na imagem), a mulher deverá sentar em suas pernas e inclinar para baixo. Para iniciar a penetração, basta pedir para que ela levante a bunda em direção ao seu rosto e basta posicionar corretamente. Essa posição permite estimulação anal, que muitas mulheres adoram (mas outras nã0)

Isso finaliza nosso primeiro artigo sobre Posições Sexuais, claro, existem muitas outras para se realizar no sofá, mas como diria Jack O Estripador: vamos por partes.

Nova categoria posições para sexo

posicoes-sexuais-0701081
Depois de alguns pedidos, finalmente decidi criar a categoria posições sexuais. Basicamente darei dicas das melhores posições para se usar em cada situação, em cada ambiente e em cada lugar, seja ele no sofá, na cama, na pia, no chuveiro, no tapete, na casinha do cachorro, etc.

Obviamente não vou encher esse site de mulher pelada, apesar de não ser má idéia, darei as dicas basicamente com fotos ilustradas e explicarei o motivo dela, as suas vantagens e desvantagens.

A idéia veio a partir de vários leitores que enviaram e-mail pedindo isso, e como não gosto de decepcionar ninguém (principalmente porque a maioria era mulher) criei a categoria.

Todo mal que as comédias românticas fazem

Vocês não sabem com eu estava doido pra fazer esse post, mas a correria no final de ano não estava me permitindo, e agora que tenho uma boa horinha de folga não vou deixar passar.

romance11

Está olhando o que? Ela é gostosa mas é chata pra cacete!

De acordo com estudos, as comédias românticas (filmezinhos mais detestáveis do universo) podem prejudicar o relacionamento amoroso, e essas são informações oficiais de uma pesquisa realizada na Universidade Heriot-Watt de Edimburgo, na Escócia.

Antes de continuar com esse post, eu gostaria REALMENTE de agradecer à todos os pesquisadores escoceses, durante anos eles vêem provando que todas as minhas teorias fazem sentido e podem salvar a humanidade do caos, não é a primeira vez que eles comprovam a existência real com métodos científicos coisas que já falo há anos (no bar, claro).

Enfim, de acordo com os psicólogos responsáveis pela pesquisa, esse tipo de filme, que possue argumentos dignos de Contos de Fada com seus finais altamente felizes e principalmente improváveis, atrapalham o relacionamento alheio, pois eles transmitem uma falsa sensação de que existem “relacionamentos perfeitos” e alimentam expectativas NADA realistas, principalmente nas mulheres.

Só pra constar: Comédias românticas são aqueles filmes que dá tudo errado o filme inteiro e termina perfeitamente bem no final. Ao contrário dos filmes românticos, que dá tudo certo o filme inteiro e no final alguém morre (ou todo mundo).

Os pesquisadores escoceses analisaram 40 filmes de grande bilheteria, e após a tortura exibição eles distribuiriam questionários para centenas de pessoas sobre suas relações sentimentais. Como era de se esperar, todos estavam um pouco infelizes com a relação atual, e a discussão sobre o maldito tapetinho do banheiro foi geral.

O maior problema no entanto, é que esse tipo de filme passa a falsa impressão de que não é necessário investir tempo na relação, não é necessário atenção, não é necessário diálogo para que o outro saiba o que está se passando e o que ela quer, que as pessoas não precisam de emprego para sobreviver, que ganhar na loteria é tão fácil quanto tirar o pinto pra fora e mijar, que confiança não é algo que se conquiste e sim que já acontece simplesmente quando se conhece a pessoa.

E outra coisa que devo acrescentar à essa pesquisa: não é que tudo isso não aconteça realmente, toda aquela historinha pode sim acontecer, e isso tudo tem um nome: TESÃO.

É hoje que saio do atraso.

É hoje que saio do atraso.

Fato, quem aqui não percebeu que os filmes de comédia romântica terminam justamente nas primeiras semanas de relacionamento, quando o homem e a mulher estão com tanto tesão que não querem saber de porra nenhuma mesmo não, agora eu lhes pergunto, e se o filme mostrasse 10 anos depois?

Eu digo: teríamos uma cena com um homem semi-careca e barrigudo, sentado no sofá assistindo jogo de futebol, 3 crianças gritando, fazendo bagunça e brigando entre si pela casa e mulher falando feito condenada com uma vassoura na mão, brigando com os moleques brigando e reclamando que o marido não faz nada.

Obviamente não estou falando que todos os relacionamentos terminam assim… Alguns homens não ficam carecas após 10 anos somente.

Os pesquisadores disponibilizaram um site para ampliar o estudo, o www.attachmentresearch.org, assim espero que todos deem contribuição para essa pesquisa que certamente pode salvar fins de semana inteiros.

Para finalizar, só gostaria de fazer um apêlo: Pelamordedeus carai-cacete-bunda-pinto-bosta-merda-madonna, mulheres, esqueçam que esse tipo de filme existe. Tem tanto filme bom nesse mundo.

Sexo debaixo d’água é seguro? Tem risco de gravidez? Transmite AIDS?

Fazer sexo na água é uma fantasia bastante comum entre todos os homens e mulheres, talvez porque seja uma das mais fáceis de realizar. Sem sombra de dúvida é muito excitante, mas é preciso ter alguns cuidados na hora de realizar a fantasia, sobretudo porque o líquido não é o melhor lugar para realizar o ato sexual, mas é sim um excelente lugar para começar o que será terminado em terra firme.

Fazer sexo dentro d’água não é tão fácil como parece, sobretudo se os praticantes pretendem fazer sexo seguro.

Um dos maiores problemas seria as infecções e irritações, já que com o movimento do pênis a água se introduz dentro da vagina ou ânus.

Outro problema de se fazer sexo dentro d’água seria a dificuldade de usar a camisinha, quem já tentou usar um preservativo debaixo d’água sabe do que estou falando. Mesmo colocando a camisinha fora da água, ela entra rapidamente quando o ganso começa a bater cabeça (se é que me entendem), e assim a camisinha começa a sair. Obviamente não se pode deixar levar pelo tesão, pois o sexo debaixo d’água oferece tantos riscos de gravidez e DSTs (doenças sexualmente transmissíveis).

Mas existe alguma vantagem em fazer sexo na água?

Além de oferecer aquelas sensações que são difíceis de conseguir experimentar fora da água, é uma ótima oportunidade deconseguir realizar outra fantasia muito comum de casais, fazer sexo em público, só, que de forma discreta, sem ninguém perceber ao fazer sexo numa piscina.

Claro, para quem não tem coragem desse tipo de façanha, pode-se fazer sexo na banheiro, no chuveiro, sendo esse último bem higiênico. Use sempre camisinha e tenha total confiança na sua parceira, tudo isso aumentará e muito o prazer na hora da relação.

O compromisso

Homens e mulheres casam-se e separam todos os dias, todos os anos. Entretanto, casamento ou namoro sério ainda é tido como coisa de “mulherzinha”. Há alguns anos eu vi uma cerimônia emocionante de um casal que foi noivo por quase uma década, mas somente o noivo chorou. A moça ficou emocionada, mas segurou. Ali eu percebi que há uma mudança de comportamento, principalmente, entre os homens. Sim, eles querem compromisso e não seguram a emoção quando, de fato, a cerimônia é importante para eles. Só que para chegar ao casamento, muitos passam pelo “drama” do namoro. Ou melhor, conseguir namorar.

Muitas mulheres alegam que os homens não querem compromisso, somente sexo, mas não é verdade. E olhe que muitas vezes, somente sexo pode ser melhor do que o relacionamento. Há uma quantidade considerável que gostam de namorar, mas boa parte deles já tem namorada. Todavia, eu acho mesmo é que elas estão procurando nos lugares errados. Provavelmente, aquele cara que só quer ficar não vai mudar só por que você gosta dele. Filha, passe um batom e parta pra outra. Essa dica também vale para os rapazes.

Se você está gostando de uma garota e ela deixou claro que só quer curtir, mesmo que você dê flores, bombons e gentilezas, nada disso fará ela mudar de opinião. Ok, pode acontecer, todavia o efeito costuma passar bem rápido. Só que em se tratando de relacionamento e pessoas, sua insistência pode dar certo, mas com 50% de chance de não dar em nada e ser mais um. Não seja desesperado, por mais que esteja empolgado, pois é um defeito de várias mulheres que incomodam os homens e do contrário pode ser ainda pior.

Outra coisa que é bem comum é o medo de se entregar- mal que sofro, infelizmente – e não tem jeito. O homem pode ser maravilhoso, mas depois que perder a graça, perdeu. Algumas alegam que são assim por causa de sofrimentos passados (que traumatizam, é fato), contudo outras mulheres são mais orgulhosas e não permitem se “jogar”. É isso mesmo, ou é medo ou é o orgulho. Sinceramente, o único conselho é ir com calma, não se encher de expectativas por que “cair do cavalo” não é nada legal. Culpar os outros pela sua infelicidade é comum quando acaba, mas lembre-se de que foi você que permitiu entrar numa relação para, apenas, se arriscar. E quem arrisca tem história, ah como tem.

Barebacking… Que moda é essa!???

Cavalgada sem sela” é, mais ou menos, a tradução para a expressão barebacking. Mas, poderíamos dizer simplesmente “sexo sem camisinha“. Pois é… mesmo com a imensa quantidade de campanhas, propagandas e tentativas de conscientização, cada vez mais é grande a adesão a este tipo de prática, por diversos motivos. Eu sinceramente acho que é um assunto meio batido, mas parece que o negócio anda voltando à moda.

Duvida? Experimente colocar esses termos em busca no GoogleGod ou no Orkut e veja a quantidade de coisas “interessantes” que você vai encontrar. Desde páginas mais óbvias de vídeos até comunidades que se propõem a servir de ponto de encontro para praticantes.

Uma matéria antiga da Veja já levantava esta lebre, muitas pessoas estão jogando com as próprias vidas na tentativa de conseguir um maior prazer nas relações. Uma das razões seria a prática de sexo em situações de risco – mais ou menos como fazer sexo ao ar livre, em banheiros, no avião, etc! – só que com uma pequena diferença: se você for pego fazendo sexo em local não apropriado pode ser preso… já no caso do barebacking, o preço pode ser sua vida.

Alguns especialistas fazem links destas práticas a outras com tendências auto-destrutivas, como a utilização de drogas pesadas, suicidas e/ou necrófilos.

E para aqueles que se apressam a colocar rapidamente a culpa nos gays… pode esperar um pouquinho aí. A prática das festas também é muito popular entre os héteros. Chegando inclusive ao cúmulo de se promoverem algumas em que soropositivos são convidados a participar (mais ou menos 10% dos participantes). Ou seja, as pessoas sabem que tem a chance de fazerem sexo com alguém que está contaminado. Só não sabe quem é. Isto não lembra uma roleta russa?

Outra razão seria a necessidade de igualar-se com o parceiro/a.  (???) Mais ou menos aquele lance de sentir-se em igualdade de condições. Como assim, cara pálida? Se uma das pessoas da relação teve o azar de estar contaminado eu vou me contaminar também só para estarmos “iguais”?

Sim… não vamos ser hipócritas. AIDS mata, ou no mínimo, limita. É possível manter-se vivo e conviver satisfatoriamente com a doença, mas sempre irão existir limitações. A soropositividade é uma situação incômoda que requer muitos cuidados. Ou seja, custo e tempo que você poderia estar investindo em outras coisas. Sem contar que as relações não necessariamente são eternas. Vai que depois de um tempo do contágio vocês resolvem se separar? Ajudou no quê você ser soropositivo também?

Por outro lado, não vamos dizer que fazer sexo com camisinha é igual do que com a mesma! Não é!!! (Não me perguntem como eu sei!) Obviamente que aquele negócinho de latéx é um troço meio chato…  (Eu sou o único que tem problemas em manter a ereção no momento de colocar a camisinha?) … mas, pense com a cabeça de cima, amigo:

O prazer da relação é na hora, mas as consequências são pra sempre! (Frase clichê, eu sei… mas às vezes o negócio é tão óbvio que só por isso já merecer ser escrito!)