Acampamento no Pico da Bandeira – Parque do Caparaó

Vou deixar uma dica aqui para os aventureiros de plantão, uma coisa que eu já experimentei e recomendo para todos: acampar no Pico da Bandeira. Sei que muitos de vocês nem ouviram falar desse pico, por isso deixo aqui algumas informações sobre ele:O Pico da Bandeira é o ponto mais alto dos Estados de Minas Gerais e Espíritos Santo, e o 3º mais alto do Brasil, ele possui 2.891,98m de altitude, e fica localizado nas cidades de Alto Caparaó (MG) e Ibitirama (ES), ele pertence ao Parque do Caparaó.

Apesar de ser o 3º maior do Brasil, ele é o mais acessível, possui trilhas tanto do lado de Minas Gerais, quanto do Espírito Santo, todas muitos bem sinalizadas.

O Pico da Bandeira é um dos pontos mais frios do Sudeste, podendo chegar à temperaturas de -12°C, e (in)felizmente eu peguei lá quando fui uma temperatura de -8°C.

Para quem gosta desse tipo de atividade (de índio), é uma ótima pedida, o parque é muito bem organizado e limpo, é proibido fazer qualquer tipo de fogueira(churrasqueira) lá devido à uma queimada a um tempo atrás, que destruiu quase tudo.

O local possui muitas cachoeiras, bonitas inclusives, mas só para doidos mesmo, porque a água é gelada pra diabo. Inclusive, eu tenho que mostrar essa foto que eu tirei lá, da cachoeira da Xoxota, isso mesmo, e olha o porquê desse nome:

Pico da Bandeira - Cachoeira da Xoxota

A pessoa que deu esse nome é inoxidável!

Muitas pessoas que vão acampar lá no Pico da Bandeira, vão despreparados, levam pouca comida (miojo), não levam potes de água (burrice), um biscoito, e pronto. Vai por mim, se você fizer isso você vai se foder lá em cima, é melhor ir bem preparado, levar bastante agasalho, meias reservas (logo explico por quê), e bastante comida.

A subida no Pico da Bandeira é relativamente fácil, existem 3 pontos. Vou falar pelo lado de Minas Gerais, que além de mais bonito, é o único que eu subi até o final.

O primeiro ponto é acessível de carro, muitos vão só até ele, e acampam por lá mesmo, recebe o nome de Tronqueira, e é muito bonito também.

O segundo, que recebe o nome de Terreirão, é uma subida de 4Km desde a Tronqueira, é uma subida “fácil”, longa, mas está muito bem sinalizada, não é fácil se perder não, é aqui que as meias reservas entram, após a subida de cada parte, é aconselhável mudar as meias, porque como elas suam, assim que a parada ficar fria mesmo, você poderá até ficar doente se os seus pés estiverem molhados com o suor. É lá que geralmente a maioria acampa, possui uma boa área, duas casas que podem ser alugadas para um ou dois dias, uma casa feita de pedra (que é uma atração), onde um helicoptero caiu em cima dela, (é sério), e ele está lá até hoje! Algumas fotos da área de quando eu fui:

fotos-pico-da-bandeira-3

Visual de manhã.

Tarde

Noite… WTF?

Quaticomendo.

O terceiro, que é o ponto mais alto do Pico da Bandeira, onde o pessoal geralmente sobe para ver o Nascer ou o pôr do sol, ele fica à 4,5Km de distância do terreirão, também só de subida. Mas posso dizer que vale a pena, muito mesmo!

Eu tava passando mal, vá se foder!

Foda não é?

Agora o mais importante:

Levar bebidas alcoolicas para o Pico da Bandeira não é permitido, e nós não recomendamos. Mas, devemos dar essa dica, o posto de segurança, passando pelo lado de Minas Gerais, é antes da Tronqueira, ou seja, você vai de carro, assim, é só você malocar tudo em algum fundo falso do carro que fica susse. E não beba muito cara, a parada lá é grande, e você corre um grande risco de se foder!

Para visitar o Pico da Bandeira precisa fazer uma reserva, é só ligar para o Parque do Caparaó. Os melhores meses para se visitar o parque é em Junho e Julho, e faça bom proveito.

Leia mais