Cuidados básicos com o veículo – Parte II

Essa é a segunda parte do artigo Cuidados básicos com o veículo. Se você chegou aqui pelo buscador considere a leitura do primeiro artigo.

Cuidados com o catalisador

O catalisador é um dispositivo que tem como função transformar substâncias poluentes em gases menos perigosos para a atmosfera.

Normalmente um catalisador dura cerca de 80.000Km, mas, por ser um equipamento localizado na parte inferior do veículo está sujeito à danificações. O melhor a se fazer é evitar entrar em poças de água fundas e desviar das pedras maiores.

Um catalisador novo não custa muito barato não.

Os equipamentos de emergência

Para uma boa segurança no seu automóvel, é preciso ter alguns equipamentos. Alguns deles inclusive são obrigatório por lei, como o estepe, extintor de incêndio e o triângulo de sinalização, outros, porém, não são obrigatórios por lei, mas, são de extrema utilidade em caso de emergência, como o macaco e chave de roda. Cuide para que esses equipamentos estejam sempre à mão.

O estepe

O estepe deverá sempre estar calibrado e balanceado. Caso precise usá-lo e ele estiver murcho, opte por colocá-lo na parte traseira, instalando o pneu calibrado na frente. Mesmo que isso dê mais trabalho aumentará e muito a segurança.

Macaco

O único cuidado necessário com o Macaco é ter atenção às instruções de uso, o Macaco mal colocado pode causar acidentes.

Chave de Roda

A mais recomendada é a do tipo cruzeta que permite o usar os pés para soltar o parafuso da roda. É sempre bom ter uma luva para não machucar as mãos na hora de usar o equipamento.

Extintor

Em caso de incêndio, retire o lacre de inviolabilidade, levante a alavanca e aperto o gatilho em direção ao fogo. São as técnicas básicas de combate ao fogo.

Triângulo

O triângulo serve para avisar aos carros que estão vindo pela estrada que tem alguém com problemas à frente. O triângulo deve ser colocado à 50m de onde o seu veículo está parado.

O Escapamento

O escapamento, que é composto por câmaras de expansão, conversores catalíticos e tubos, é o responsável por recolher e eliminar os gases do processo de combustão do motor, além de diminuir o ruído do processo graças a um silenciador interno.

Com o uso o escapamento acaba sofrendo desgastes provocados pelos resíduos corrosivos de combustível e óleo. Sempre que o equipamento apresentar buracos deverá ser trocado para não comprometer o bom desempenho do motor.

Os faróis

São necessários vários cuidados com os faróis, e é preciso fazer uma revisão periódica neles. As lâmpadas precisam ser trocadas a cada dois anos, aproximadamente. Os faróis perdem a regulagem de fábrica devido à buracos e depressões nas ruas e estradas, por isso é recomendável uma revisão a cada 3 meses. Não custa caro e é um item indispensável para a segurança.

Lataria

Atualmente a maioria dos automóveis já vem protegido de fábrica contra ferrugens e agentes nocivos ao metal. O maior problema, no entanto, são os acidentes e o vandalismo. Não é difícil aparecer aqueles amassadinhos no veículo misteriosos. O mais correto é não deixar o reparo para mais tarde, pois o prejuízo pode ser maior.

Procure fazer no mínimo dois orçamentos antes de reparar o veículo.

Limpadores de pára-brisa

Verifique sempre a pressão do braço do limpador, a borracha das palhetas, se caso as borrachas deixarem umas marcas no vidro, é sinal de que precisa de novas.

Luzes

Para ter uma boa segurança, o funcionamento das luzes é crucial. Não somente dos faróis, mas das lanternas, piscas, luz de freio e ré, iluminação interna, painel, todos eles devem ser checados constantemente para não haver surpresas.

Verifique periodicamente a bateria, observe principalmente se os cabos estão oxidados ou frouxos.

Essa foi  a segunda parte do artigo Cuidados básicos com o veículo, a terceira parte do artigo estará disponível amanhã.

Artigos:

Cuidados básicos com o veículo – Parte I

Cuidados básicos com o veículo – Parte II (atual)

Cuidados básicos com o veículo – Parte III (indisponível)

Categorias: Automóveis

Cuidados básicos com o carro – Parte I

Na ordem de importância para um homem – salvo em alguns casos – sempre é essa: Carro, bebida, mulher, 1º,2º e 3º respectivamente. Claro, isso pode variar dependendo da situação do relacionamento. Mas, normalmente, o carro é o que um homem tem de mais importante em questões materiais.E como todo equipamento, um automóvel necessita de alguns cuidados básicos  para ele ter uma vida longa. Se o carro for bem tratado ele poderá durar por muitos anos em um bom estado de conservação. Além disso, tendo os devidos cuidados, poderá economizar uma boa grana a longo prazo. Principalmente na hora de vender o carro, que continuará bem valorizado.

Então, siga algumas de nossas dicas para manter o seu veículo em bom estado.

Alinhamento do veículo

O alinhamento, junto com o balanceamento e o rodízio de pneus é vital para a conservação e segurança do veículo. Além de economizar uma boa grana na compra de pneus e outros acessórios.

O mais recomendável é que faça o alinhamento a cada 10.000Km, fazendo isso você irá prevenir do consumo prematuro dos pneus, o desequilíbrio do automóvel e o desgaste do sistema de suspensão e direção. A longo prazo isso vai gerar uma economia tremenda, além de manter o veiculo bem valorizado e aparentemente novo.

Cuidado com as antenas

Por incrível que pareça, a antena é um objeto que os ladrões desejam muito, além do risco com os vândalos.

Se ela for do tipo telescópio, recolha antes de deixar o veículo, muitas pessoas quebram a antena dos carros pelo simples prazer de ouvir um “crack”.

Se a sua antena for do tipo rosqueado, tire ela e guarde-a em um local escondido dentro do carro, para que não seja visível do lado de fora.

Cuidado com os bancos do carro

Revestidos de tecido sintético

Mesmo os bancos que são revestidos de tecido sintético, que são bem mais resistentes que os comuns, sofrem com manchas e cortes. É preciso ter cuidado ao manejar objetos cortantes no banco do carro.

Quanto à sujeira, o mais certo a se fazer é levá-lo em uma empresa de confiança para fazer uma lavagem.

Bancos de plástico

Os bancos de plástico podem ser limpos com um pano úmido, porém, é necessário que não deixe acumular muita sujeira ou poeira.

Bancos de couro

Os banco de couro também podem ser limpos com um pano úmido, os couros (bons) são impermeáveis, e não ficam quebradiços com o tempo. No entanto, é recomendável fazer uma hidratação no mesmo com vaselina a cada 6 meses, retire o pó com um pano úmido antes de passar a vaselina. Após o uso do produto espere por cerca de 3 horas para usar o veículo, para que assim o couro tenha absorvido a vaselina. Regiões muito quentes necessitam de uma manutenção do banco de couro com vaselina num espaço de tempo menor, cerca de 3 meses.

Procure sempre estacionar em local com sombra, pois o sol resseca o couro, causando rachaduras.

Cambagem

Cambagem é o ajuste que determina o ângulo entre o chão e a linha vertical da roda. Esse ângulo influencia no rolamento das rodas, conseqüentemente no desgaste delas. Quando um carro está com desgaste irregular nas rodas é sinal de que uma manutenção é necessária.

Normalmente, a checagem da cambagem é feita junto com o alinhamento (a cada 10.000Km), é recomendável o uso de leitura eletrônica para determinar o ângulo correto, e se necessário, fazer o ajuste.

Essa é a primeira parte de um total de 3 artigos sobre os cuidados básicos com o seu veículo. Amanhã sairá a segunda parte do artigo.

Categorias: Automóveis